assembleia-online-digital-ou-por-meio-virtual-1200x900

Assembleias de Condóminos

O início do desconfinamento veio suscitar algumas dúvidas sobre a exequibilidade de realização de Assembleias de Condomínio em modo presencial ou misto.

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on telegram
Telegram
Share on email
Email

O nº 1 do Artigo 5º-A da Lei 4-B/2021 de 1 de fevereiro, estabelece que: “A realização de assembleias de condóminos obedece às   regras aplicáveis à realização de eventos corporativos, vigentes em cada momento e para a circunscrição territorial respetiva.”

Está, desta forma, definida a condição base para se poderem realizar, nos termos da legislação vigente, Assembleias de Condomínio em modo presencial ou misto.

Na atual fase de desconfinamento, a que se refere o  Decreto 6/2021 de 3/4/2021 , o nº 1 do Artigo 42.º (Eventos) estabelece que: “ É proibida a realização de celebrações e de outros eventos, à exceção de cerimónias religiosas, incluindo celebrações comunitárias.” O que permite inferir que continuam a não ser autorizados quaisquer eventos/ reuniões  que não sejam de carater “religioso”.

Mantem-se desta forma, até à revisão das normas do desconfinamento, a prorrogativa de realizar as Assembleias de Condóminos através de meios de comunicação à distância de acordo com   legislação publicada em fevereiro do corrente ano (Art.º 5º-A da Lei 4-B/2021 de 1 de fevereiro).

Numa situação de comprovada emergência, a única forma, neste contexto, de realizar uma Assembleia de Condomínio em modo misto ou presencial será solicitar autorização, à Direção Regional de Saúde, da circunscrição territorial onde se pretenda realizar a assembleia, com a proposta de motivo, número de participantes, local e condições sanitárias de realização.

Fonte: APEGAC – Associação Portuguesa de Empresas de Gestão e Administração de Condomínios

Ajuda / Help